sábado, 25 de outubro de 2014

IMAGEM DO DIA


  O JORNALISMO DE ESGOTO PRATICADO PELA EDITORA 1º DE ABRIL

AMANHÃ É SIMPLES ASSIM

Neste domingo (26/10) os brasileiros irão às urnas para escolher quem governará o país nos próximos quatro anos.

Diante dessa decisão, uma das mais importantes para a democracia, vale realizar uma breve reflexão sobre os dois projetos que se apresentam.

Vejo que ambos possuem lógicas e referências parecidas no que se refere à manutenção do sistema capitalista desumano ao qual somos submetidos, especialmente, os menos favorecidos.

A partir dessa constatação, analisemos o quadro. 

De um lado temos o Partido dos Trabalhadores com origem no movimento operário fundado em 1980 e no poder há 12 anos buscando mais uma vez a reeleição. Durante este período, implementou no país políticas de distribuição de renda pautadas por uma lógica econômica de Estado capitalista fazendo com que a inclusão social surgisse como nunca se viu em nosso país.
Trata-se de uma forma de criar mecanismos de proteção diante da lógica violenta do sistema aos que sempre estiveram à margem da sociedade. E esse projeto pretende seguir avançando sob essa ótica.

Do outro lado temos o Partido da Social Democracia Brasileira fundado em 1988 com referências europeias de atuação institucional defendendo o parlamentarismo como caminho possível. Junto a isso acredita no neoliberalismo onde o Estado mínimo deve prevalecer e as privatizações também sem preocupação com efetivos programas de assistência social. Ele atua na lógica da meritocracia sem qualquer proteção aos menos favorecidos e muito menos à diminuição da distância entre  ricos e pobres para a sobrevivência na selva do sistema econômico. Ou seja, cada um por si e o Deus Mercado por todos. Este, por sua vez, se apresenta soberano sem qualquer preocupação com desdobramentos sociais causados pelos seus interesses particulares.

Ao final dessa simples reflexão, apesar de não contemplar o que acredito ser o melhor para o meu país diante da inexistência de um projeto emancipatório de nação e de um sistema alternativo diante da perversidade imposta pela desigualdade, escolho o primeiro projeto enquanto cidadão consciente, que busca pesquisar a história da nossa nação sem ódio, sem fanatismo e fora do senso comum.

Que, amanhã, a maioria do povo brasileiro escolha pela continuação do avanço social jamais visto em nosso país.

É Dilma! É 13!

SIGA O BLOG NO TWITTER!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

AGORA É DILMA!

 

Vivemos um processo histórico de construção democrática onde foi possível constatarmos durante os últimos 12 anos melhorias sociais importantes alinhando o Estado Brasileiro  pouco mais próximo ao tão sonhado país sem desigualdade e efetivamente democrático.

Ainda há muito a fazer mas não podemos retroceder. Votamos, neste segundo turno, pela reeleição da Presidente Dilma Rousseff, por seu histórico de luta pelas liberdades democráticas ainda no período da fatídica ditadura civil-militar, por ter um programa de governo que, pelo menos, diminui a agressividade do desumano sistema ao qual estamos submetidos especialmente aos menos favorecidos e por sua honestidade.

Votamos na crença de que as reformas se tornem mudanças e que elas se iniciem no campo da representatividade política.

Votamos por um país cada vez mais igualitário e justo.

Votamos por mais acesso à educação em qualquer nível de escolarização.

Votamos para que o STF siga independente como efetivamente foi nos últimos 12 anos, fato nunca antes visto em nosso país apesar dos graves erros cometidos por essa Corte.

Votamos pela continuidade da atuação da Polícia Federal que nunca trabalhou tanto como no atual governo. Ela precisa seguir independente bem como o Ministério Público e os Tribunais de Contas.

Votamos pela liberdade de expressão e pela democratização dos meios de comunicação. Apesar do atual governo falhar nesse ponto seguimos lutando por essa pauta absolutamente necessária.

Votamos pela defesa da nossa lei Maior, a Constituição Federal de 1988.

Votamos pela luta dos movimentos sociais e dos Direitos Humanos.

Votamos pela diversidade e o reconhecimento do Direito à Diversidade Sexual.

Votamos pelo debate aberto com a sociedade sobre o direito ao aborto.

Votamos pela construção de escolas, clubes e bibliotecas públicas ao invés de presídios e contra a redução da maioridade penal.

Votamos no governo que criou a Lei de Acesso à Informação e o Marco Civil da Internet,  a Lei da Comissão Nacional da Verdade, a Lei das Parcerias entre Administração Pública e Organizações da Sociedade Civil.

Votamos pelas Defensorias Públicas estruturadas e autônomas bem como os Centros de Conciliação espalhados pelo país desentupindo as veias do judiciário.

Votamos pela defesa da liberdade religiosa em um Estado Laico sem tergiversações.

Votamos pela continuação dos inúmeros programas sociais para que a miséria, o analfabetismo, a falta de atendimento à saúde e a falta de moradia sejam erradicados.

Votamos pela continuidade do fortalecimento da nossa economia e controle da inflação.

Votamos por uma América Latina unida e forte que deixou de lado, nos últimos anos, o complexo de vira-lata.

Votamos pela não privatização da Petrobras, pela manutenção do pré-sal sob domínio brasileiro, do Banco do Brasil, das Universidades Federais e demais entidades estrategicamente fundamentais para a nossa nação.

Nós, membros dessa jovem Associação de Direitos Humanos, optamos pela continuidade do crescimento social em nosso país, certos de que esse processo será ampliado fazendo com que o ódio, a ignorância e o conservadorismo reacionário presentes por mais de 500 anos em nossa história sejam derrotados, mais uma vez, pela vontade da maioria do povo brasileiro.

VOTAMOS DILMA! VOTAMOS 13!


MANIFESTO EM SÃO PAULO PRÓ-DILMA. ISSO O PIG NÃO MOSTRA

Mantendo a tradição, mais uma vez, a PUC-SP com professores, funcionários, alunos e cidadãos mostraram como se pratica cidadania e consequentemente democracia.

Mais de duas mil pessoas marcaram presença no TUCA, teatro da universidade, em um manifesto de apoio a Dilma na noite de ontem (20/10).

Que me desculpem os partidos conservadores mas militância como essa, onde os cidadãos se organizam voluntariamente, só o Partido dos Trabalhadores tem.

Não precisa crer, basta ver!


SIGA O BLOG NO TWITTER!

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

DESAFIO!


Aos eleitores de Aécio Neves lanço um desafio até o dia da eleição (26/10):  justifiquem o voto em seu candidato com argumentos que não estejam impregnados de senso comum como o ódio ao Lula, ao PT e a Dilma. Peço que me apresentem fatos e não apenas "ouvi dizer", "é porque é", "todo mundo diz", "saiu na Veja", o "Bonner falou" e coisas do tipo.

Me apontem uma razão para que seja possível acreditar que os tucanos representam a "nova política".

Valendo!


SIGA O BLOG NO TWITTER!

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

CONTINUAMOS NA LUTA SENADOR SUPLICY!


Dos Advogados para a Democracia 

O Coletivo Advogados para a Democracia lamenta a derrota de Eduardo Matarazzo Suplicy, um dos mais importantes representantes do povo paulista da história do Senado Federal, nas eleições ocorridas no último domingo.

Cidadão convicto das necessárias lutas sociais em favor de um país sem desigualdade, soberano e efetivamente democrático, Suplicy deixou de ser reeleito depois de 24 anos de legítima representatividade. Senador da transparência, das ruas com participação direta junto ao povo em defesa da dignidade e dos Direitos Humanos.

Não há luta social na história recente do nosso país sem a presença dele.
 
Ao final da apuração, ainda na noite do último domingo, Suplicy afirmou que mesmo com a derrota "podem continuar me ligando" e é exatamente o que, os grupos organizados da sociedade e cidadãos em geral inconformados com a lógica desumana em que nos encontramos, continuaremos a fazer.

A derrota nas urnas não irá abalar a luta por uma sociedade que acreditamos.

Sigamos! 

SIGA O BLOG NO TWITTER!

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

FRASE DO DIA


"Números do GLOBOPE* confirmam que entre tomar banho e tomar no cu, os paulistas preferem tomar no cu."

*GLOBOPE: o braço armado da mídia golpista.

domingo, 5 de outubro de 2014

sábado, 4 de outubro de 2014

FALTAM ÁGUA E VERGONHA NA CARA

Na última sexta-feira (3/10), o governador de São Paulo Geraldo Alckmin foi traído pela sua própria hipocrisia. 

 

Seguindo a tradição de sair às ruas, conversar e fotografar com o povo apenas nos momentos de eleição, posou para mais uma foto a pedido de um grupo de estudantes, certo de que eram suas eleitoras, foi surpreendido com uma manifestação contra ele.

 

No momento do registro da imagem, uma delas sacou do bolso uma folha de papel com os dizeres "Cadê a água?" e quando Alckmin percebeu já era tarde.

 

O governador mais uma vez mente (relembre apenas uma das mentiras desse cidadão) e reafirma que é o herdeiro no campo da representatividade política em São Paulo de figuras nefastas como Adhemar de Barros e Paulo Maluf que sempre tiveram a mentira como uma de suas mais importantes pautas.

 

Isso porque vários bairros da cidade de São Paulo, periferia e cidades do interior há tempos passam pelo racionamento devido à falta de água que o tucano chegou a afirmar mais de uma vez, mentirosamente e desavergonhadamente, em entrevistas e debates que esse problema não existe.

 

Por essa e tantas outras situações indignas que continuam ocorrendo durante esses mais de 20 anos de desgoverno tucano posso afirmar que o "picolé de chuchu" e sua "tchurma" jamais terão o meu voto.

 

Não podemos abrir mão da nossa dignidade! Lutemos sempre por ela! Demagogos não passarão!